CAPA-IMAGEM-EM-DESTAQUE_FACHADA-PRINCIPAL

Projeto para a nova sede do Instituto Favela da Paz

Projeto doado para a nova sede do Instituto Favela da Paz pretende decodificar a “caoticidade” do antigo espaço e integrar ainda mais a comunidade.

O Instituto tem mais de 25 anos de existência, é um espaço cultural dentro da favela localizada no Jardim Ângela, na região sul da cidade de São Paulo (SP).

“Projetar o edifício do Instituto da Favela da Paz, uma causa tão nobre, nos encheu de perspectivas e abriu novos horizontes na arte da arquitetura que tem como objeto central abrigar pessoas em um espaço criado por pessoas. Seres que habitam o mesmo endereço no cosmos.” Afirma a arquiteta Patrícia O´Reilly, uma das idealizadoras do projeto.

Para que o projeto fosse completo, ele deveria atender as expectativas deste Instituto tão singular.

“Precisávamos ir além e nos interligarmos com aquela realidade. O edifício deveria se conectar com aquela comunidade e ser capaz de dar voz às suas necessidades e anseios para que a transformação tivesse bases sólidas para acontecer.” completa Patrícia sócia do Atelier O’Reilly Architecture & Partners.

A missão era trazer para o mundo da arquitetura matérias que somadas ao desenho pudessem fazer nascer o reconhecimento que aquelas pessoas buscavam.

A equipe entrou nos universos da tecnologia, arte e design para projetar de forma não impactante e com zero toxicidade.

Foi feita uma imersão na comunidade e vivenciado o sonho da integração e regeneração do ser.

A lição aprendida foi que com nada é possível fazer tudo. Então a equipe com muito respeito ofereceu àquelas pessoas o que receberam, paz e amor.

Projetaram então, para o Instituto o seu micro cosmos, um edifício vivo, povoado por um conteúdo visceral, cultural, tecnológico, gastronômico, ecológico, artístico e funcional.

Criaram arquitetura, arte, mobiliário urbano e design com tecnologia digital para atender aos anseios desse Instituto que pode mudar o mundo interior de cada um de nós.

O edifício já existia, era a casa do pai de Claudinho e Fabio, que aos 9 anos de idade militavam pela paz na favela, e buscavam através da música pacificar o seu entorno.

Cresceram junto com a casa que ia subindo os níveis para abrigar os projetos de música, alimentação vegana, tecnologia e esporte.

Eles fizeram shows, o que ganhavam investiam nos próprios projetos e cada cômodo da casa foi abrigando cada vez mais pessoas ansiosas por saber, por crescer, por aprender e por ser.

Hoje, este edifício onde tudo começou já não tem capacidade para atender toda a comunidade e precisa de mais, precisam voar.

O projeto arquitetônico da nova sede do Instituto Favela da Paz em um terreno também doado, faz uma decodificação da “caoticidade” da realidade da casa onde hoje é o lar de todos e também o Instituto.

Ele preserva a organização arquitetônica existente e de forma livre conecta oito volumes construídos em madeira desordenados através de passarelas que sobem e descem e oferecem em seu uso os programas, que desenvolvem neste núcleo de metamorfoses interpessoais, que é o Instituto Favela da Paz.

creditos-finais-1024x296

Crédito: Redação Sustentarqui


Leave a Reply


Projetos

 

Image31
0-CAPA---Foto-Luciano-Spinelli
Image0
CAPA-IMAGEM-EM-DESTAQUE_FACHADA-PRINCIPAL
capa
CAPA
CASAdARTTERRASDESAOJOSEII
CASATERRAFAZENDADONACAROLINA
VISTA-GERAL-NOITE
unspecified
IMG5CAPA
MARZAG_O